Página inicial

Notícia > Esportes

  • 09.11.2018 - 06:44

    Botafogo bate o Fla e deixa rival ainda mais longe da luta pelo título

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    Um clássico marcado por muita luta, o Botafogo soube aproveitar as chances criadas e venceu o rival Flamengo por 2 a 1, neste domingo (10), com gols de Erik e Leo Valencia -Vitinho descontou para o Fla.

    Com o resultado no Nilton Santos, o Alvinegro chegou a 41 pontos e pulou para a 10 posição. Já o Flamengo permaneceu estacionado e viu as possibilidades de título no Brasileiro praticamente irem por água abaixo. A cinco pontos do líder Palmeiras, o Rubro-negro aguarda o desfecho da rodada, já que os paulistas encaram o Atlético-MG no domingo.

    Na próxima rodada, o Bota visita a Chapecoense na quinta-feira, às 17h, na Arena Condá. No mesmo dia e horário, o Fla recebe o Santos no Maracanã.

    Os primeiros 45 minutos do clássico foram marcados por muita tensão, erros de ambas as partes e pouco bom futebol.

    Com os sistema defensivos se sobrepondo aos ataques, o Botafogo chegou ao gol após Valencia encontrar Erik em uma brecha deixada pela dupla de zagueiros do Fla. Na frente de César, o atacante tocou e saiu para comemorar.

    Muito abaixo de suas últimas atuações, o Fla não criou absolutamente nada em 45 minutos de bola rolando, e viu o prejuízo aumentar aos 28 minutos, quando Leo Valencia bateu falta na lateral do gramado e venceu César, que falhou na jogada.

    Confortável na partida, o Bota deixou o Fla tomar a iniciativa, mas os primeiros 45 minutos do rubro-negro foram sem inspiração e agressividade alguma. Não fosse um chute sem perigo de Pará, Gatito Fernandéz sequer teria encostado na bola.

    No prejuízo no placar, o Fla fez em três minutos o que não fez durante toda a primeira metade da etapa inicial. Pouco depois de a bola rolar, Paquetá acertou bom chute e fez Gatito trabalhar. Aos 3, Pará cruzou bola açucarada e Vitinho, de cabeça, diminuiu.

    TORCIDAS

    Antes de a bola rolar, a Polícia Militar teve trabalho para conter os vândalos das duas torcidas. Um torcedor do Fla morreu após ser baleado e mais de 60 foram detidos por tumultos.

    Folhapress