Página inicial

Notícia > Diversos

  • 16.10.2018 - 06:18

    Juiz arquiva processo de atriz pornô contra Trump

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    O processo movido pela atriz pornô Stormy Daniels contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi arquivado hoje (15) pelo juiz federal James Otero, de Los Angeles. Daniels acusava o presidente de difamação por ter dito que ela mentira sobre ter sido ameaçada para manter o relacionamento com ele sob sigilo.

    Com a decisão, Daniels – ou Stephanie Clifford, seu nome real – será obrigada a pagar todos os encargos judiciais, segundo o jornal Washington Post. Seu advogado, entretanto, já anunciou que vai recorrer. O valor dos encargos ainda não foi definido. Mas o advogado de Trump, Charles Harder, tripudiou da atriz.

    “Nenhum comentário de Stormy Daniels ou de seu advogado, o senhor (Michael) Avenatti, pode verdadeiramente caracterizar a decisão de hoje a não ser como uma vitória do Presidente Trump e uma derrota total para Stormy Daniels”, afirmou Harder, por meio de nota.

    Avenatti considerou a decisão judicial como “limitada”, segundo o Post, e disse que não afetará o principal trunfo de Stormy Daniels contra Trump e seu ex-advogado Michael Cohen. Trata-se do  suposto pagamento à atriz de 130.000 de dólares pelo seu silêncio, que está em investigação pelos procuradores de Nova York e que pode resultar na imputação de Trump por crime contra as regras de financiamento de campanha.

    “As demais questões de Daniels contra Trump e Cohen continuam. Os argumentos contrários de Trump são tão enganosos quanto seus argumentos sobre a quantidade de pessoas que assistiu a sua posse”, afirmou Avenatti por Twitter.

    A atriz de filmes pornográficos trava uma ampla batalha na Justiça contra Trump e, em paralelo, dá sua contribuição para demolir a reputação do presidente americano. Em seu livro  Full Disclosure (Divulgação Total, em tradução livre), lançado no último dia 2, ela reconta as ameaças que recebeu de Trump para manter em sigilo o relacionamento que tiveram entre 2006 e 2007, quando ele já estava casado com a atual primeira-dama, Melania.

    Stormy, entretanto, vai além e inclui no livro episódios picantes com o presidente americano e descrições íntimas de Trump. 

    Veja.com