Página inicial

Notícia > Esportes

  • 09.04.2018 - 05:18

    Botafogo vence o Campinense e conquista o bicampeão Paraibano

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte
    Foto: Gabriel Botto/Portal Correio Foto: Gabriel Botto/Portal Correio

     O Botafogo-PB conseguiu vencer o Campinense, por 2×0, e levou o Campeonato Paraibano, no Almeidão. O resultado deixou o Belo classificado diretamente para a fase de grupos da Copa do Nordeste 2019 e fez a torcida gritar o bicampeonato seguido na noite deste domingo (8) em toda João Pessoa.

    O primeiro tempo começou com o Campinense em cima do Belo, com duas chances de marcar. A primeira aconteceu aos sete minutos do primeiro tempo, quando o zagueiro Gladstone errou e a bola sobrou para Jackinha, que dominou e chutou, mas o goleiro Saulo salvou o Botafogo.

    A segunda chance de gol da Raposa foi em seguida, aos oito minutos, quando Felipe Macena chutou de fora da área e Saulo defendeu novamente.

    Já aos 16 minutos uma confusão entre jogadores, membros da comissão técnicas do Campinense e gandulas do jogo terminou com dois jogadores reservas da Raposa expulsos e três gandulas também expulsos do jogo, deixando o jogo paralisado por pelo menos cinco minutos.

    Depois que a bola voltou a rolar o Belo dominou a partida, trocando passes e arriscando cobranças de falta com o meia Marcos Aurélio, que levou perigo por pelo menos duas vezes ao gol da Raposa.

    Em um dos lances Marcos Aurélio levantou bola na área, Dico ajeitou e deixou Gladstone livre para marcar, mas o zagueiro chutou para fora.

    Aos 46 minutos o Belo teve um gol anulado, após Marcos Aurélio cobrar falta, Jeferson defendeu dando rebote, a bola sobrou na área e o volante Rogério cruzou para trás, com Dico completando para o gol. Porém, a assistente anulou o gol afirmando que antes de Rogério cruzar para a área a bola havia saído de campo.

    No segundo tempo o Belo voltou pressionando o Campinense e conseguiu abrir o placar aos quatro minutos, com o atacante Nando, que, livre dentro da área, aproveitou sobra de bola e marcou.

    Após o gol, o Belo diminuiu a intensidade dos ataques e passou a jogar em contra-ataques. Já o Campinense começou a sair para o jogo, mas sem conseguir lances de perigo.

    Aos 32 minutos, o sistema defensivo do Campinense falhou e a bola sobrou para Mário Sérgio, que partiu em direção ao gol, mas foi parado com falta de Rafael Jensen, que recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

    Mesmo com dez em campo, o Campinense teve a chance de empatar a partida aos 34 minutos, quando Muller Fernandes avançou e chutou cruzado, a bola passou por Saulo e cruzou a frente do gol do Belo, mas sem jogadores da Raposa para completar para o gol.

    No castigo de quem não faz leva, a Raposa acabou tomando o segundo gol aos 35 minutos. O gol aconteceu quando Marcos Aurélio levantou bola na área, em cobrança de falta, e o zagueiro Lula marcou para o Belo.

    Após o segundo gol do Belo os dois times não conseguiram criar mais chances e a partida terminou aos 48 minutos, com o Botafogo sendo consagrado campeão. (portal correio)