Página inicial

Notícia > Política

  • 12.09.2017 - 05:42

    Ricardo diz que ele e Maranhão querem a Paraíba livre da ineficiência ou do retrocesso

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     O governador Ricardo Coutinho (PSB) voltou a mencionar, nesta segunda-feira (11), a possibilidade de aliança entre PSB e o PMDB comandado pelo senador José Maranhão, ao ser questionado durante solenidade do Governo do Estado, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. Segundo Ricardo, tanto ele, quanto Maranhão, têm como objetivo livrar a Paraíba da ineficiência e do retrocesso. 

    “Tudo é possível. Nós estamos caminhando, cada um reconhece o que o outro realizou ou tem realizado pela Paraíba, esse é um bom caminho, e nós estamos trabalhando na perspectiva de livrar a Paraíba ou do retrocesso ou da ineficiência, essas são as duas pragas da política”, disse. 

    A declaração aconteceu durante solenidade de entrega de certificados dos cursos técnicos de qualificação profissional e premiação das empresas contratantes dos jovens aprendizes do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Pronatec, no bairro de Mangabeira.

    Segundo Ricardo, a ineficiência se reveste da demagogia e da apropriação indevida de conceitos como, por exemplo, o de trabalho; ao passo que o retrocesso faz da política apenas um instrumento para favorecer a família do político, seu grupo, seu “povinho”, ao passo que os interesses coletivos ficam sempre em segundo ou terceiro plano, diz Ricardo. 

    Ao citar “outras esferas administrativas”, o governador faz referência a gestões municipais que fazem oposição ao Governo do Estado, criticando o atraso dessas administrações. 

    “Livrar a Paraíba disso é fundamental e eu acho que o senador Maranhão sabe disso e sabe o quanto a Paraíba se diferencia dessas épocas, não só atual, em outras esferas administrativas, bem como em outras épocas – ele também concorda com essa avaliação”, disse Ricardo, afirmando que é preciso olhar para a frente e dar continuidade às mudanças positivas que o Estado vem passando.  

    Ao todo, 349 alunos dos cursos técnicos em Desenho da Construção Civil, Informática, Logística e Segurança do Trabalho receberam certificados, em solenidade no Centro de Formação de Educadores Eliza Mineiros.

    De acordo com o governador, essa iniciativa abre horizontes e cria perspectivas de futuro ao profissionalizar os jovens para o trabalho. “Fora esses 349, nós temos ainda mais de 2 mil neste momento fazendo cursos técnicos profissionalizantes”, disse Ricardo. 

    O governador destacou que, pela primeira vez, a Paraíba apresenta a média do índice de desemprego inferior à do Brasil. Segundo Ricardo, o Brasil precisa voltar a ter investimento público e investir na educação, para gerar emprego e desenvolver a economia. Ele observou que o Brasil avançou muito em 12 anos, com os institutos federais de educação, ciência e tecnologia, mas nos últimos dois anos, disse Ricardo, houve uma retração. "E o estado da Paraíba busca exatamente ocupar o seu lugar, que é o lugar dele também, e complementar esse esforço que foi feito há uma década atrás, para gerar expectativa de vida".