Página inicial

Notícia > Policial

  • 24.07.2017 - 17:46

    Justiça decreta prisão de acusado de matar namorada com tiro de espingarda

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     O juiz-auxiliar da Vara de Custódia da Capital, José Márcio Rocha Galdino, de 20 anos, decretou na tarde desta segunda-feira (24) a prisão preventiva de Yuri Ramos Coutinho, acusado de matar a namorada Luanna Alverga, com um disparo de espingarda na cabeça, nesse domingo (23), no bairro do Róger. O crime aconteceu na casa dos familiares do rapaz, quando comemoravam o aniversário dele. 

    Ele se apresentou à Policia Civil no mesmo dia do fato e, até então, se encontrava recolhido na ‘Central de Flagrante’. 

    Com a decisão, o suspeito será encaminhado para o Presídio do Róger (Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega), já que ele não possui curso superior. Yuri ficará no presídio até que o inquérito policial seja concluído.

    O jovem sustenta que o tiro foi acidental, uma vez que ele pensava que a arma estava sem munição. Ex-militar do Exército, ele admitiu que apontou a arma para Luanna e atirou, mas pensava que o seu tio havia jogado fora os cartuchos, que estavam estragados. 

    A polícia está investigando se o tiro foi acidental ou se houve alguma discussão entre o casal.