Página inicial

Notícia > Esportes

  • 28.07.2017 - 07:00

    Grêmio vence o Furacão mais uma vez e confirma vaga para as semifinais

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     O Grêmio confirmou a vaga para as semifinais da Copa do Brasil 2017 ao bater o Atlético Paranaense no jogo de volta por 3 a 2, na Arena da Baixada, em Curitiba. No primeiro jogo, em Porto Alegre, vitória gaúcha por 4 a 0. Agora, o Tricolor encara na próxima fase o Cruzeiro, que eliminou o Palmeiras.

    Precisando balançar muitas vezes as rede para sonhar com a vaga, o Rubro-Negro saiu na frente, com Pablo aproveitando cruzamento, aos 15 minutos da primeira etapa. Mas, aos 26 minutos, Pedro Rocha deixou tudo igual. Depois do intervalo, aos 24 minutos, Everton decretou a virada. Pedro Rocha, aos 34 minutos, fez uma belo gol. De falta, Gedoz descontou e deixou o agregado em 7 a 2.

    As atenções dos times agora se voltam para o Campeonato Brasileiro. O Grêmio encara o Santos, domingo, em casa, enquanto o Atlético Paranaense, com um jejum de oito partidas, enfrenta o Vasco da Gama, em Volta Redonda.

    O jogo – O técnico atleticano, Fabiano Soares, surpreendeu em entrou com o time bastante modificado, poupando alguns jogadores considerados titulares. Do outro lado, Renato Gaúcho fez o mesmo, com o diferencial de entrar em campo com grande vantagem. Coma bola rolando, o Furacão, que precisava muitos gols, chegou próximo pela primeira vez aos cinco minutos, com Gedoz levantado e Matheus Anjos, por trás da zaga, chegou desviando para fora, com perigo.

    O Tricolor esperava e mostrava tranquilidade, fechando bem os espaços. O Rubro-Negro, por sua vez, era menos agressivo do que se esperava. Aos 10 minutos, Luan cruzou e Pedro Rocha apareceu para tocar pela linha de fundo. Até que, aos 15 minutos, Douglas Coutinho fez ótima jogada individual e cruzou rasteiro, na medida para Pablo abrir a contagem. Só faltava mais três para levar a disputa para as penalidades.

    O Grêmio tentava sair um pouco mais para diminuir a pressão, já que o gol animou time e torcida da casa. O balde de água fria veio aos 26 minutos, com Pedro Rocha recebendo na entrada da área, cortando a marcação e chutando no cantinho para deixar tudo igual. Felipe Gedoz, aos 35 minutos, buscou o ângulo, mas a bola subiu demais. Aos 38 minutos, Luan recebeu, foi para cima de Wanderson, mas o zagueiro se recuperou para afastar. Clima na Arena já era de desânimo, o Atlético precisava marcar maias cinco gols. (Gazeta Esportiva)