Página inicial

Notícia > Esportes

  • 28.08.2017 - 11:41

    Botafogo paraibano perde mais uma e fica próximo do rebaixamento

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     O Confiança fez um jogo valente no Almeidão. A equipe sergipana, que precisava da vitória para se livrar da zona do rebaixamento, conseguiu o objetivo e derrotou o Botafogo-PB por 2 a 1. O primeiro gol saiu na etapa inicial, com participação direta de Rafael Villa, mas o árbitro entendeu que foi gol contra de Bruno Costa. Na segunda etapa o time perdeu muitos gols, levou o susto com o gol de Warley e conseguiu o triunfo através de Frontini.

    O jogo começou com os dois times muito ligados na marcação, cedendo poucos espaços ao oponente. O Bota-PB se atirou mais ao ataque. O Confiança marcou atrás da linha da bola e se mostrou seguro na defesa, tentando encaixar um contra-ataque. Os azulinos suportaram bem essa pressão. Genivaldo, como sempre, salvou nos momentos mais complicados. Fez três grandes defesas, como nas boas finalizações de Roger Gaúcho e Dico. O time sergipano teve a primeira chance quando Tito fez jogada pelo lado, cruzou, mas Frontini furou na hora de finalizar.

    Passada a pressão dos anfitriões, o Confiança foi se aproximando do gol adversário, até que Frontini acionou Tito, que levantou a bola na área e encontrou Rafael Villa, que cabeceou para o gol, a bola ainda tocou em Bruno Costa e o árbitro marcou contra. De qualquer forma, 1 a 0 para o time sergipano no Almeidão. Antes do fim da primeira etapa, o Dragão teve a oportunidade de ampliar, mas de novo Frontini desperdiçou.

    No segundo tempo, o Botafogo parece ter acusado o golpe. O Confiança fez uma pressão inicial e teve boas oportunidades para ampliar. Álvaro e Frontini pararam na defesa de Michel Alves. Com menos de dez minutos, o técnico do Bota-PB fez duas alterações. Colocou Warley e Cleyton e sacou Rafael Oliveira e Lito. O Dragão continuou melhor no jogo, criou várias ocasiões para matar o jogo, mas parou nas providenciais defesas de Michel Alves. Os proletários foram castigados com o gols de empate do Belo. Warley acertou um voleio e igualou. O jogo seguiu lá e cá e o Confiança conseguiu mais um gol com Frontini, de cabeça, confirmando a vitória. (Globo Esporte)