Página inicial

Notícia > Diversos

  • 18.04.2019 - 05:50

    Viúva brasileira doa R$ 88 mi para Notre Dame

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    Após o incêndio que destruiu a Catedral de Notre-Dame, em Paris, na última segunda-feira (15), bilionários de vários países decidiram fazer doações para a campanha de reconstrução. Entre as pessoas que se sensibilizaram com a causa está a brasileira Lily Safra, viúva do banqueiro Edmond Safra.

    Lily é dona de uma fortuna estimada em 1,3 bilhão de dólares (R$ 5,1 bilhões). No dia seguinte à tragédia, ela enviou um cheque de 20 milhões de euros (R$ 88 milhões) para os responsáveis pela recuperação da catedral.

    Segundo o site Glamurama, Safra é dona de residências em Mônaco, Londres, Nova Iorque e Paris. Na França, a socialite, também conhecida como Lily Dourada, já recebeu a condecoração Légion d’Honneur. Além disso, no Museu do Louvre, a sala Galerie Edmond et Lily Safra foi batizada em homenagem a ela e a seu falecido esposo, que doaram mobiliário do século 18 para o local.

    Além da brasileira, outros nomes se destacam no grupo de doadores, como Bernard Arnault, do grupo LVMH, e François-Henri Pinault, do Kering. Eles se comprometeram a enviar 200 milhões de euros (R$ 890 milhões) e 100 milhões de euros (R$ 445 milhões), respectivamente.

    Mais de 800 milhões de euros (R$ 2,5 bilhões) foram arrecadados em doações, gerando críticas de líderes políticos e sindicais franceses. Eles são contra a arrecadação do montante para salvar um monumento quando há outras prioridades no país.