Página inicial

Notícia > Política

  • 04.07.2018 - 05:24

    Servidores da Secretaria de Saúde de João Pessoa acendem vela durante protesto

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     Uma luta que aparentemente não terá um fim próximo. Esse parece ser o cenário dos agentes de endemias de João Pessoa, com Prefeitura e a Secretaria de Saúde do Município. Em mais um protesto e tentativa de dialogar com o secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio, nesta terça-feira (03), vários servidores estiveram na sede da Secretaria de Saúde, no final desta manhã, mas ninguém foi recebido.

    De acordo com a presidente do Sindicato dos Agentes de Saúde, Endemias e Vigilância Ambiental (Sindasvam), Célia Alves, a busca pelos direitos e do cumprimento da palavra dada pela gestão está sendo cobrada, mas não há diálogo.

    “Acendemos um maço de vela para ver se o espírito do prefeito e do secretário se iluminem e honrem a palavra deles com a gente. Quero que João Pessoa seja bem tratada que está matando os agentes de fome. Buscamos um salário justo para estes trabalhadores. Todo mundo está sem honrar a palavra. Nós só queremos o nosso direito”, comentou Célia.

    De acordo com os trabalhadores, o prédio só será desocupado quando a categoria for atendida pelo secretário.

    Vários protestos foram realizados em 2018 e as promessas foram feitas, mas não foram cumpridas, de acordo com os servidores.

    Na pauta das principais reivindicações estão:

    Reposição salarial, pois há, segundo eles defasagem salarial de mais de cinco anos;

    Volta da gratificação que foi retirada mesmo constando em lei;

    Equipamentos de Proteção Individual (EPI), como proteção solar e fardamento.

     Redação Paraíba Já