Página inicial

Notícia >

  • 25.10.2011 - 22:06

    Pernambuco garante apoio da Paraíba e do Ceará e leva fábrica da Volkswagen

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     

     

    Os paraibanos nem digeriram direito a ida da fábrica da Fiat para Pernambuco e agora vão ter que engolir mais uma: a montadora alemã Volkswagen já fechou com o estado vizinho e deve anunciar oficialmente sua instalação na primeira quinzena de novembro.

    Desta vez, Pernambuco disputava o empreendimento com os estados de São Paulo (São Bernardo do Campo e Taubaté) e Paraná (São José dos Pinhais).

    O contrapeso que teria feito a balança pender para o lado de Pernambuco foi o compromisso dado pelo seu governador, Eduardo Campos, de que teria o apoio também dos colegas da Paraíba, Ricardo Coutinho, e do Ceará, Cid Gomes.

    A garantia do apoio do governador paraibano, aliado político de Campos (ambos dão do PSB), foi revelada pelo secretário de Comunicação de Campina Grande, Carlos Magno, que deu alguns detalhes da negociação em seu blog pessoal, atribuindo as informações a uma fonte de São Paulo.

    A fonte revelou a Carlos Magno que os apoios de Coutinho e Cid Gomes foram dados em jantar, onde dirigentes da VW bateram o martelo sobre o direcionamento do investimento para Pernambuco.

    Jornais locais (entre os quais Diário de Pernambuco e Folha de Pernambuco), além de blogs e sites daquele estado, noticiaram que no início deste mês dirigentes da VW no Brasil estiveram de fato jantando com o governador Eduardo Campos.

    Os jornais ainda revelaram que os executivos até sobrevoaram a área onde será construída a nova fábrica, no município de Goiana.
    O fato da Fiat já ter fechado com Pernambuco também influenciou na decisão da Volkswagen e coloca Pernambuco no caminho para se transformar num polo de montadoras.

     

     

    Wanja Nobrega