Página inicial

Notícia > Ciências

  • 12.10.2015 - 07:02

    O que você sabe sobre astrologia? mitos e verdades

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     Você já percebeu o quanto a internet bombardeia sua telinha com testes, previsões e simpatias? A questão é: Até onde essa rede mundial é – de fato – fiel ao que lemos? Existem diversos mitos e verdades na Astrologia que precisam ser desvendados para que não se confunda com outros aspectos do misticismo.

    Antes de desmembrar sobre o que é real ou não, vamos entender o que é Astrologia e qual sua finalidade. Como o próprio nome já diz, “Astro” representa as estrelas, e tem como objetivo realizar um estudo aprofundado a partir dos corpos celestes. Sendo assim, podemos compreender o universo, o nosso verdadeiro Eu e o futuro da melhor maneira possível. Vamos direto ao assunto?

    Abaixo você pode conferir cinco questões principais sobre mitos e verdades da Astrologia que talvez nunca tenha imaginado.

     

    1. Astrologia não é ciência

     

     

    Verdade! Algumas pessoas entendem que a Astrologia é algo científico, mas, na realidade ela é considerada uma arte para muitos astrólogos (e agora para você também!).

    Já ouviu aquela famosa lei de Newton “Dois corpos não ocupam o mesmo espaço”? Pois bem, cada indivíduo possui uma personalidade única e singular no universo. Toda essa particularidade é fruto da arte que busca um estudo subjetivo do ser humano a partir das posições dos astros no céu com o dia e hora do seu nascimento. 

    Se a Astrologia fosse considerada realmente uma ciência, todos nós seríamos semelhantes uns aos outros. Mas, o que nos faz distintos um aos outros nos torna cada vez mais interessantes.

     

    2. Inferno astral existe?

     

     

    Mito! Você já deve ter ouvido algum parente/amigo/vizinho dizendo que tudo está dando errado nos dias que antecedem o aniversário. Muito se fala que esse “estresse” é o famoso inferno astral, mas na verdade, o coitadinho não tem culpa de nada disso.

    O que nós podemos concordar, é que um mês antes do aniversário nunca é igual às outras datas do ano. Os astrólogos afirmam que somos considerados uma bateria que vai descarregando ao longo dos meses. Por isso, quando o aniversário se aproxima, é sinal de que esta bateria já está esvaziando e “pedindo” uma nova recarga para as próximas energias que serão aproveitadas. 

    Se por um acaso o seu aniversário se aproxima, não se preocupe em sentir-se desorientado. Este será apenas um novo ano chegando para que você possa remanejar todos seus propósitos existenciais.

     

    3. Astrologia é diferente do Horóscopo

     

     

    Verdade! Mas, muita calma nesta hora. O Horóscopo é uma ferramenta principal da Astrologia, mas possuem ideias completamente distintas. Enquanto os signos são trabalhados em êxtase em jornais e/ou revistas, o estudo aprofundado sobre o futuro e o comportamento humano nos astros requer uma pesquisa mais aprofundada sobre o assunto em outros meios.

    O Horóscopo, por sua vez, vêm do grego “horus” = horas e “skopos”, que significa observação. Com a sua data de nascimento, será determinado o seu signo do Zodíaco no qual mostrará previsões diárias, semanais, mensais e, até mesmo anuais, além de expor seu perfil ainda mais completo sobre o amor, família, amizade, sexo e trabalho.

     

    4. Na maioria das vezes as previsões astrológicas falham

     

     

    Mito! As previsões são permanentes e não se modificam com o tempo. Elas te direcionaram para caminhos que vençam as decepções e desafios da vida, basta saber se você irá segui-los ou não. 

    Por isso, para compreender que a Astrologia entende das previsões é preciso ser fiel em cada procedimento que ela expõe diante um estudo sobre os elementos. Só assim você terá resultados eficientes para aceitar que é possível acreditar nos astros.

     

    5. Existe um 13° signo no Zodíaco Clássico? 

     

     

    Verdade! Seu nome é Serpentário e tem a cobra como símbolo. Mas, quem ouviu esse nome em algum lugar antes? Não é de hoje que essa conversa é um mistério. Na antiguidade, apenas 12 de 13 constelações foram consideradas no Zodíaco, mas esta pode ser levada em conta, mesmo não fazendo parte exatamente de como deveria ser. 

    O Serpentário está entre os signos de Escorpião e Sagitário, a partir de 29 de novembro até 17 de dezembro. Se o Zodíaco realmente fosse corrigido com este “novo” ícone, como seriam suas qualidades, previsões, cálculos e futuro? Só estudando muito para saber!

     

    Artigo escrito por Mariana Ramos da Equipe Horóscopo Virtual / 
    Leia mais: http://horoscopovirtual.uol.com.br/artigos/mitos-e-verdades-astrologia#ixzz3oLXs4Oqq