Página inicial

Notícia > Política

  • 11.10.2018 - 05:57

    Mensageiros do ódio do PT mudam cor da campanha para confundir a opinião pública

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    A surra de votos que levou do seu principal adversário na corrida presidencial levou o comitê de campanha do candidato do PT, Fernando Haddad, mudar a cor da campanha.

    Mas que isso: limitaram a quase nada a aparição do ex-presidente e presidiário Luiz Inácio Lula da Silva nas propagandas de campanha. O vermelho, a marca petista e dos comunistas, foi substituída pelo azul e branco e alguns adesivos com as cores da bandeira brasileira.

    Resultado de imagem para eles não, lula, haddad, manuela, dilma

    Já há quem fale em manifestação dos integrantes do Movimento Sem Terra – um dos mais violentos das diversas células petistas - com roupas e bandeiras brancas e cor flores na mão.

    A ideia, segundo observadores, é confundir a opinião pública com a campanha publicitária de Jair Bolsonaro, disparado nas pesquisas já desse segundo turno com quase 60%, e passar para opinião uma mensagem disfarçada e enganosa de que são mensageiros da paz, harmonia, da honestidade e da democracia. (momentopb com portais)