Página inicial

Notícia > Esportes

  • 25.08.2018 - 17:47

    Flamengo empata com o América-MG e fica mais longe do líder

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    Pressionado pela vitória do São Paulo sobre o Ceará, o Flamengo entrou em campo diante do América-MG, neste domingo (26), em busca de uma vitória que manteria o clube na cola do líder do Campeonato Brasileiro. Com gols de Éverton Ribeiro e Lucas Paquetá (Rafael Moura e Gerson Magrão marcaram para o Coelho), a equipe empatou por 2 a 2 e ficou a quatro pontos do time paulista.


    No próximo sábado, o América vai até Salvador, local da partida diante do Vitória, 16h. O Flamengo, por sua vez, recebe no domingo o Ceará, às 11h, no Maracanã. Antes de retomar os compromissos pela competição nacional, o Fla encara o Cruzeiro na quarta-feira, 21h45, no Mineirão, pela Libertadores.A partida foi muito movimentada em Belo Horizonte, mas a maior capacidade técnica do Flamengo, que teve Éverton Ribeiro em dia dos mais inspirados, prevalecia até os 41 minutos do segundo tempo, quando Gerson Magrão aproveitou rebote de cobrança de falta que bateu na trave e deixou tudo igual, para desespero dos rubro-negros.

    Everton Ribeiro dá sinais de que é cada vez mais importante para o Flamengo. Além do gol de cabeça e do passe para o gol de Paquetá, foram do camisa 7 as melhores jogadas individuais da partida. Com iniciativa, dribles e bom futebol, ele destoou da média dos jogadores que atuaram no Independência.

    Sem margem de erro no Brasileiro, Barbieri mandou a campo a força máxima diante dos americanos, ainda que o Fla tenha compromisso fundamental pela Libertadores na próxima quarta. O time não fez um grande jogo, mas vencia até o finzinho, quando foi castigado com o empate.

    Embalado pelo bom momento no Brasileiro, o América não se intimidou diante de um dos postulantes ao título. Com muita organização, os donos da casa pressionaram os visitantes em seu campo de defesa e começaram melhor o jogo.

    Quando o América-MG era bem superior no jogo, o Flamengo, no entanto, encaixou uma única e certeira jogada. Renê foi ao fundo e cruzou para Éverton Ribeiro, que mergulhou e cabeceou para o fundo da rede.

    A desvantagem não desanimou o Coelho, que logo chegou ao empate. Aos 22, Rafael Moura subiu mais que Léo Duarte e, de cabeça, deixou tudo igual no Independência. A partida ficou mais truncada após a igualdade e os times não ameaçaram mais um ao outro, exceção feita a um chute de Vitinho que João Ricardo voou no ângulo para mandar a escanteio.

    Carrasco frequente do do Fla, o atacante Rafael Moura deixou sua marca mais uma vez. Para festejar o gol do He-man, o América postou uma versão animada do centroavante em suas redes.

    Organizado, o América se fechou e dificultou a vida do Fla, que teve em Éverton Ribeiro o homem responsável por furar o bloqueio. E foi justamente o camisa 7 quem tirou um coelho da cartola para colocar os rubro-negros em vantagem. Aos 16, ele cruzou na medida para Paquetá, que cabeceou sem chances para João Ricardo.

    Minutos depois, Cuéllar foi obrigado a parar um contra-ataque e levou o vermelho. Com 10 em campo, o Flamengo, que perdeu chances claras de ampliar com Paquetá e Ribeiro, defendia com unhas e dentes o resultado, mas foi punido aos 41 minutos. Após cobrança de falta, a bola explodiu na trave e Gerson Magrão só empurrou para o gol.

    Foi justamente contra o América-MG, em partida válida pelo turno, que o goleiro Júlio César fez sua despedida com a camisa do Flamengo. As redes sociais do Rubro-negro recordaram a vitória por 2 a 0 e o adeus do ídolo. 

    FOLHAPRESS