Página inicial

Notícia >

  • 17.11.2010 - 13:19

    Estado da Paraíba apresenta o terceiro maior crescimento do PIB no Nordeste

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     

     

     

     

    \"PIB\"

    Os dados do Produto Interno Bruto (PIB) da Paraíba referentes ao ano 2008 foram divulgados na manhã desta quarta-feira (17) por representantes do Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Instituto de Pesquisa econômica aplicada (IPEA).

    De acordo com os dados, O PIB da Paraíba teve crescimento real de 5,5% nesse ano. Em 2007, o índice foi de apenas 2,2%. O resultado indica variação superior à nacional e levou a Paraíba a ocupar o 5º lugar do Nordeste e o 18º no ranking das economias no país.

    Ainda segundo os dados divulgados, entre os Estados nordestinos, a Paraíba só não cresceu mais do que Piauí e Ceará e ficou à frente do Rio Grande do Norte no percentual de crescimento.

    O setor primário, que inclui a agropecuária, foi o que apresentou maior crescimento, embora o setor de maior peso no PIB estadual continue sendo o terciário onde as atividades imobiliárias e o comércio apresentaram os maiores índices. No secundário, a indústria da construção civil foi a que mais contribuiu na taxa global do PIB 2008.

    Apesar do crescimento em 2008, o PIB per capita atingiu valores inferiores as médias do Nordeste do país levando a Paraíba a ocupar o 24º lugar nacional.

    O representante do IPEA Inácio Tavares explicou que na divisão do resultado do PIB total no valor anual de 25,7 bilhões pela população, sobrou um valor de renda anual por pessoa inferior de sete mil Reais – o que revela concentração de renda.

    De acordo com o economista do Ideme, Geraldo Lopes, análises de mercado indicam continuidade de crescimento do PIB total em 2009 e 2010 mesmo com a diminuição do repasse de recursos federais aos municípios.

    O PIB dos municípios só será divulgado no dia 10 de dezembro.
     

     

    De Michelle Sousa da Rede Correio Sat