Página inicial

Notícia > Brasil

  • 23.11.2017 - 08:16

    Empresário Alexandre Accioly e ex-assessor de Cabral, Régis Fichtner, são alvos da Lava Jato no Rio

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    A Polícia Federal implementa na manhã desta quinta-feira (23), no Rio de Janeiro, mais uma fase da Operação Lava Jato, em desdobramento da Operação Calicute. São cinco mandados de prisão, dois para o mesmo suspeito, e outros de condução coercitiva.

    Um dos alvos é o ex-chefe da Casa Civil de Sergio Cabral, Régis Fichtner, citado no depoimento de Luiz Carlos Bezerra como operador do esquema criminoso responsável por levar o ex-governador à cadeia. Também receberam mandados de prisão os engenheiros Maciste Granha de Mello Filho e Henrique Alberto Santos Ribeiro, além do empresário Georges Sadala Rihan.

     

    Outro empresário, Alexandre Accioly, dono da rede de academias Body Tech, recebeu mandado de busca e apreensão. Já o empreiteiro Fernado Cavendish, que cumpria prisão domiciliar, foi conduzido coercitivamente para depor. (NOTÍCIAS AO MINUTO)