Página inicial

Notícia > Esportes

  • 07.05.2018 - 08:39

    Cruzeiro bate o Botafogo e vence a primeira no Brasileirão

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    O Cruzeiro apresentou um grande crescimento na Copa Libertadores, com 11 gols em dois jogos. O técnico Mano Menezes então ressaltou que era o momento de iniciar a recuperação no Campeonato Brasileiro e vencer a primeira. E foi o aconteceu: com gol de Dedé, a Raposa bateu o Botafogo, por 1 a 0, na tarde deste domingo, no Mineirão.


    O resultado deixa o Cruzeiro na 14ª colocação do Campeonato Brasileiro, com quatro pontos anotados. Já o Botafogo está na nona posição, com cinco tentos.

    O duelo foi bastante estudado. O primeiro tempo o Cruzeiro criou poucas chances claras e encontrou algumas dificuldades. Na etapa complementar, a equipe de Mano Menezes conseguiu se soltar e, na bola parada, Dedé desencantou, marcando o primeiro gol do time celeste no Brasileirão 2018.

    O Cruzeiro volta a campo no próximo domingo, às 11h (de Brasília), contra o Sport, também no Mineirão. O Botafogo terá um clássico regional, contra o Fluminense, no Engenhão, na segunda-feira (14), às 20h.

    Primeiro tempo

    O Cruzeiro queria a primeira vitória no Brasileirão. Para isso, o técnico Mano Menezes resolveu colocar em campo o mesmo time que goleou o Vasco, no meio de semana, por 4 a 0, no São Januário, pela Copa Libertadores. O Botafogo, no entanto, chegou ao Mineirão com um bom rendimento até agora. Não queria perder.

    O combate ficou bastante travado no meio campo, com os times se estudando e poucas chances claras de gol. O Botafogo foi o primeiro a apresentar grande risco ao Cruzeiro. Em cobrança de falta, aos 22, a bola pegou na trave e foi para fora.

    O Cruzeiro não conseguiu criar chances tão claras nos 30 primeiros minutos. A marcação do clube carioca era bem feita em todos os setores. Com isso, Arrascaeta ficava travado numa ponta, Rafinha em outra, e, no meio, Thiago Neves, muito marcado pouco criava. Tudo isso afetava Sassá lá na frente.

    Após os 35 minutos, a Raposa passou a intensificar suas ações no ataque. Alguns espaços começaram a aparecer e o time celeste aproveitava. Com isso, pelo menos quatro chances claras apareceram.

    O resultado, entretanto, foi para o intervalo com o empate sem gols.

    Segundo tempo

    Na etapa complementar, o jogo voltou novamente estudado. O Cruzeiro trocando passes, sem conseguir avançar. Quando conseguia chegar próximo a meta de Jefferson, a Raposa não finalizava.

    O Botafogo parecia contente com o resultado. Diferente da primeira etapa, o time carioca se segurava mais em seu campo.

    O técnico Mano Menezes então mandou Raniel para o jogo. Sassá deixou a partida sem tanto sucesso quanto nos jogos anteriores.

    O time celeste passou a atacante mais após os 15 minutos. Primeiro uma boa chegada com Raniel, depois com Arrascaeta. Aos 22 com Rafinha. Jefferson ia segurando o placar a favor para o Botafogo.

    Aos 26 não teve jeito. Em cobrança de escanteio, Dedé subiu no último andar e desviou de cabeça. Jefferson nada pode fazer. Foi o primeiro tento desde o retorno de Dedé a série de contusões que sofreu.

    FICHA TÉCNICA
    CRUZEIRO 1 X 0 BOTAFOGO

    Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
    Data: 6 de maio de 2018, domingo
    Horário: 16h (de Brasília)
    Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
    Assistentes: Rogério Pablos Zanardo (SP) e Daniel Luis Marques (SP)

    Gols: Dedé, aos 26 minutos do segundo tempo (Cruzeiro)
    Cartões: Rodrigo Lindoso, Gilson (Botafogo)

    CRUZEIRO: Fábio, Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Thiago Neves (Robinho), Rafinha (Bruno Silva) e Arrascaeta; Sassá (Raniel).
    Técnico: Mano Menezes

    BOTAFOGO: Jéfferson, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso (Kieza), Matheus Fernandes, Renatinho e Leo Valencia (João Pedro); Rodrigo Pimpão (Luiz Fernando) e Brenner
    Técnico: Alberto Valentim

     

    Gazeta Esportiva