Página inicial

Notícia > Esportes

  • 03.08.2018 - 07:25

    Com gol olímpico no fim, Flu derrota o Defensor na Sul-Americana

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     Fluminense recebeu o Defensor e conseguiu uma vitória suada na partida de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. Com gol de cabeça de Digão, aos 41 minutos do segundo tempo, e um olímpico de Sornoza, nos acréscimos, o time tricolor bateu os uruguaios por 2 a 0. As equipes voltam a se enfrentar no dia 16 de agosto em Montevidéu.

    O Tricolor teve pela frente uma equipe que abdicou do ataque, o que dificultou a vida dos cariocas. Com nove jogadores atrás da bola, os visitantes deram o comando da partida ao Fluminense, que teve muitas dificuldades para chegar ao triunfo.

    Os tricolores dão uma pausa na competição continental e voltam suas atenções para o Brasileiro. No domingo a equipe recebe o Bahia, às 19h, no Maracanã.

    O destaque da vitória do Fluminense foi Sornoza. O meia equatoriano foi o jogador mais participativo. Diante de uma defesa muito fechada, o camisa 10 do Flu se mexeu, buscou os passes mais difíceis e arriscou de fora da área. O craque do jogo coroou sua noite com um gol olímpico.

    Já ciente da retranca que viria, Marcelo mandou a campo um trio ofensivo formado por Matheus Alesandro, Pedro e Marcos Jr. Apesar da formação ofensiva, faltou ao Fluminense criar formas de furar o bloqueio.

    O treinador ainda lançou Everaldo no lugar de Léo na etapa final, mas o panorama seguiu o mesmo, com o Flu com a bola quase o tempo todo, mas sem conseguir ser incisivo. Na melhor das chances criadas, Pedro mandou para fora cruzamento de Marcos Jr.

    Em um time cheio de atacantes, quem salvou a pátria foi um zagueiro, que abriu o caminho para uma vitória que parecia improvável. Aos 41min do segundo tempo, após escanteio cobrado pelo lado direito, Digão foi no alto e cabeceou no ângulo direito, abrindo o placar.

    Apesar de estar à frente, o Fluminense queria mais. Nos acréscimos, Marcos Júnior puxou contra-ataque após dar um chapéu em um adversário e lançou Pablo Dyego. No cruzamento para Pedro, a defesa adversária interceptou e mandou para escanteio. Na cobrança pelo lado esquerdo, aos 47min, Sornoza colocou a bola no ângulo esquerdo do goleiro Reyes, decretando o placar de 2 a 0. Folhapress