Página inicial

Notícia > Esportes

  • 10.05.2018 - 02:22

    Botafogo empata com Audax Italiano e garante classificação na Copa Sul-Americana

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     O Botafogo passou por um susto para avançar na Copa Sul-Americana. Nesta quarta-feira, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, o time carioca saiu na frente, perdeu chances de fazer o segundo e "matar" o duelo, mas levou um gol nos últimos minutos e sofreu até o apito final para garantir a classificação à segunda fase da competição com o empate por 1 a 1 com o Audax Italiano, do Chile.

     

    Com a vitória por 2 a 1 no Chile, em abril, o Botafogo entrou em campo com a vantagem do empate e até de uma derrota por 1 a 0. Conseguiu abrir o placar com Matheus Fernandes, aos 13 minutos do segundo tempo, mas a partir de então exibiu um festival de chances desperdiçadas - algumas na cara do goleiro Peric - e quase foi castigado no final. Sofreu o empate aos 39 e passou sufoco nos últimos minutos. Tanto que recebeu vaias da torcida.

     

    O adversário na segunda fase da Copa Sul-Americana, que terá 32 equipes - inclusive com 10 oriundas da Copa Libertadores - será conhecido em um sorteio no dia 4 de junho na sede da Conmebol, no Paraguai. Os jogos serão realizados apenas no final de julho, depois da Copa do Mundo na Rússia.

     

    Assim, o Botafogo volta as atenções exclusivamente para o Campeonato Brasileiro. Na 12.ª colocação com cinco pontos, após quatro rodadas, o time carioca terá pela frente agora o clássico contra o Fluminense, nesta segunda-feira, às 20 horas, novamente no estádio do Engenhão.

     

    Em campo, o Botafogo começou com uma mudança no time titular em relação aos jogos passados. Luiz Fernando iniciou a partida no lugar de Rodrigo Pimpão, mas nada ajudou o time a melhorar na criação das jogadas de ataque no primeiro tempo. E ainda passou o primeiro susto ao não ter um pênalti marcado de Jefferson em Tarifeño pelo árbitro peruano Michel Espinosa.

     

    Para a segunda etapa, o Botafogo voltou mais ligado e conseguiu abrir o placar. Aos 13 minutos, Matheus Fernandes recebeu na intermediária e chutou forte. A bola entrou no canto esquerdo do goleiro Peric, que só ficou olhando, sem chance de defesa.

     

    Com a vantagem, o Botafogo passou a ter o contra-ataque à disposição e abusou dos erros nas finalizações. As mais inacreditáveis foram as de Rodrigo Pimpão e Kieza, que poderiam ter liquidado a partida, e um chute na trave de Brenner. Não fizeram e o time carioca sofreu o empate também um chute de fora da área, de Luis Cabrera, aos 39 minutos. Foi a vez dos chilenos arriscarem tudo pelo 2 a 1, que levaria a decisão para os pênaltis, mas nada deu certo e os brasileiros se classificaram.

     

    FICHA TÉCNICA

     

    BOTAFOGO 1 x 1 AUDAX ITALIANO

     

    BOTAFOGO - Jefferson; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Matheus Fernandes, Rodrigo Lindoso, Renatinho, Leo Valência (Kieza) e Luiz Fernando (Rodrigo Pimpão); Brenner (Jean). Técnico: Alberto Valentim.

     

    AUDAX ITALIANO - Nicolás Peric; Osvaldo Bosso, Manuel Fernández (Escobar), Fabián Torres e Nicolás Crovetto; Luis Cabrera, Fernando Cornejo (Jeraldino), Bryan Carrasco, Vázquez e Ariel Martínez; Tarifeño (Ledezma). Técnico: Juan José Ribera.

     

    GOLS - Matheus Fernandes, aos 13, e Luis Cabrera, aos 39 minutos do segundo tempo.

     

    CARTÕES AMARELOS - Joel Carli, Jefferson e Brenner (Botafogo); Osvaldo Bosso e Nicolás Crovetto (Audax Italiano).

     

    ÁRBITRO - Michael Espinoza (Fifa/Peru).

     

    RENDA - R$ 202.380,00.

     

    PÚBLICO - 8.251 pagantes (8.970 no total).

     

    LOCAL - Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).