Página inicial

Notícia > Esportes

  • 27.07.2017 - 05:49

    Santos vence por 4 a 2, mas Flamengo avança na Copa do Brasil

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     Nos últimos anos, Santos e Flamengo ficaram marcados pelo jogo espetacular que protagonizaram em 2011, com show de Neymar e Ronaldinho Gaúcho. Na ocasião, o Rubro-Negro levou a melhor, vencendo por 5 a 4 na Vila Belmiro, pelo Brasileirão. Nesta quarta-feira, no mesmo palco, mas pela Copa do Brasil, as equipes relembraram aquele confronto, protagonizando um novo jogaço, com viradas e várias alternativas. Desta vez, o Peixe levou a melhor, ganhando por 4 a 2. Porém, quem saiu feliz do estádio mais uma vez foi o Mengão, que segurou a vantagem de dois gols de diferença e conseguiu avançar para as semifinais.

    Na próxima fase do torneio mata-mata, o Fla terá pela frente o Botafogo, que venceu o Atlético-MG por 3 a 0, também nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro. O primeiro embate entre as equipes acontece no dia 16 de agosto. Antes disso, porém, o time comandado por Zé Ricardo mira suas forças no Campeonato Brasileiro, onde pega o Corinthians no domingo, às 16h (de Brasília), em Itaquera.

    Já o Santos, fora da Copa do Brasil, viaja até Porto Alegre para encarar o Grêmio, também no domingo, às 19h, pela 17ª rodada do Brasileirão.

    Gols e polêmica
    Como uma boa final deve ser, o duelo começou eletrizante na Vila. Precisando reverter a vantagem de 2 a 0 do Flamengo, o Santos se lançou ao ataque desde os primeiros minutos, mas esbarrou na defesa bem postada do Rubro-Negro, que aproveitou um contragolpe e jogou um balde de água gelada na torcida santista.

    Logo aos nove minutos, Diego, ex-Menino da Vila, deu lindo passe para Berrío. O colombiano ganhou da zaga na corrida e bateu por cima de Vanderlei para abrir o placar e aumentar a vantagem do Mengão.

    Com tento sofrido, o alvinegro passou a precisar vencer por 4 a 1 para avançar na Copa do Brasil. Mesmo com a missão ingrata, os santistas não se abateram e quase chegaram ao empate no lance seguinte, quando Victor Ferraz cruzou na área e Copete cabeceou muito perto da trave direita e Muralha.(GazetaEsportiva)