Página inicial

Notícia > Mundo

  • 08.07.2017 - 01:36

    Polícia invade orgia gay “regada a drogas” em um apartamento no Vaticano

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     A alta cúpula da Igreja Católica enfrenta mais um escândalo. Segundo informações do jornal italiano Il Fatto Quotidiano do último dia 5 de julho, policiais invadiram um apartamento no Vaticano onde encontraram um padre importante da Santa Sé em meio a uma orgia gay regada a drogas.

    A publicação garante que a notícia deixou o Papa Francisco furioso. Luigi Capozzi, assessor do Cardeal Francesco Coccopalmerio, que é presidente de diversas congregações, inclusive do Conselho Pontífice de Textos Legislativos, é apontado como o organizador do bacanal.

    Além disso, o imóvel no qual a orgia aconteceu era de Congregação para Doutrina da Fé, e Coccopalmerio, um dos principais conselheiros do Papa, era  frequentador habitual. Capozzi foi preso depois que vizinhos chamaram a polícia reclamando do entra e sai de pessoas estranhas no local.

    Porém, até o momento, nenhuma queixa foi prestada contra ele, que é monsenhor. Em janeiro, um padre escandalizou a Itália com casos de orgia com nove mulheres. Ele foi descoberto durante uma investigação de violência privada e favorecimento à prostituição.

    O jornal italiano também assegura que Coccopalmerio terá de se aposentar mais rapidamente, para diminuir o impacto do escândalo causado pela orgia de seu assessor. (http://www.ilfattoquotidiano.it)