Página inicial

Notícia > Notícias

  • 03.10.2017 - 09:37

    PM atira 7 vezes em mulher enquanto filho deles dormia

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

    O cabo da Polícia Militar (PM) Carlos Alberto Ribeiro, de 36 anos, matou a balconista Lorena Aparecida dos Reis Pessoa, de 29 anos, com sete tiros enquanto o filho do casal dormia em outro cômodo da casa, em Santa Bárbara d‘Oeste, no interior de São Paulo. Segundo o Ministério Público (MP), o PM premeditou o homicídio por não aceitar o fim da relação.

    Como cita o "G1", o crime aconteceu no dia 8 de agosto, mas a denúncia foi apresentada pelo órgão nessa semana. "Segundo se apurou, o denunciando é policial militar e, embora casado, mantinha um relacionamento afetivo com a vítima (Lorena), com quem teve um filho", consta na denúncia.

    Lorena teria tentado terminar o relacionamento ao descobrir que Ribeiro era casado. A descoberta ocorreu durante o processo que ela moveu contra ele pela paternidade do filho.

    + Menino de 11 anos é encontrado em cela de pedófilo dentro de prisão

    Desde então, ele teria começado a ameaçar Lorena. Até que ele viajou de São José do Rio Preto, também no interior de São Paulo, onde mora, até Santa Bárbara d‘Oeste para matar a vítima.

    O assassinato aconteceu durante a madrugada na casa de Lorena. "No local, o denunciando disparou sete vezes contra a ofendida e, depois, fugiu". Ainda de acordo com a promotoria, vizinhos ouviram os tiros e foram à casa resgatar a criança, que dormia.

     

    Em seguida, o policial se entregou na 2ª Companhia da Polícia Militar, em Santa Bárbara d‘Oeste.