Página inicial

Notícia > Esportes

  • 16.08.2017 - 06:48

    Botafogo e Flamengo iniciam luta por vaga na final da Copa do Brasil

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     Com a rivalidade cada vez mais aflorada, Botafogo e Flamengo se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h45(de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), em confronto válido pela rodada de ida das semifinais da Copa do Brasil. O choque de volta será na próxima semana, no Maracanã. Nos últimos anos os clubes têm se provocado nas redes sociais e as duas diretorias trocam farpas pela imprensa. Antes deste jogo, até o número de ingressos para os visitantes foi alvo de polêmica, já solucionada com um acordo entre os dirigentes.

    O Flamengo levou a melhor no confronto direto até aqui, pois ganhou os dois jogos no Campeonato Carioca: 2 a 1 e 2 a 0, enquanto que o duelo pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro acabou empatado sem gols. Porém, o ano do Alvinegro tem sido mais satisfatório, pois o tão sonhado título da Libertadores foi sonho que ficou pelo caminho para os flamenguistas, com uma eliminação na primeira fase. O Alvinegro está nas quartas de final.

    Enquanto montou um elenco caro, que não vem correspondendo, e viu o técnico Zé Ricardo ser demitido, o Flamengo vê Jair Ventura navegar em mares bem tranquilos no comando do Botafogo. O colombiano Reinaldo Rueda, técnico campeão da Libertadores de 2016 pelo Atlético Nacional, foi contratado e já treinou o time do Rubro-Negro para este confronto, mas ele é cauteloso. “Vamos enfrentar um Botafogo que chega em um grande momento e está mais forte. Mas temos que ser otimistas e realistas como sempre. Respeitando o DNA do Flamengo, vamos encontrar uma escalação capaz de ganhar”, disse Rueda.

    Cautela que também é pregada por Jair Ventura. “Não existe isso de jogo tranquilo ou de favoritismo. É um clássico, uma rivalidade que é muito maior que qualquer homem e que tem mais de cem anos. Qualquer coisa pode acontecer”, afirmou Jair.

    Os jogadores botafoguenses minimizaram o mau momento do adversário. “Nós sabemos que vamos encontrar um jogo, aliás, dois jogos muito complicados. Logicamente que o segundo pode ter alguma influência do que acontecer nesta quarta-feira. O certo, porém, é que estamos falando de um clássico, onde o equilíbrio fala mais alto em noventa por cento das vezes e dessa vez também deve ser assim. O favoritismo não existe e qualquer coisa pode acontecer quando a bola rolar”, disse o goleiro Gatito Fernández.

    Já os atletas flamenguistas falam em fazer um jogo ousado. “Temos que ir a campo pensando em ganhar mesmo na casa do Botafogo, pois conhecemos bem o estádio deles e temos condições de fazermos um grande jogo, apesar do bom momento do rival”, disse o zagueiro Rever. (Gazeta Esportiva)