Página inicial

Notícia > Mundo

  • 03.06.2017 - 23:17

    Após ataque em Londres, Trump defende banimento de viajantes nos EUA

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     De acordo com a Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos foi informado há alguns minutos sobre as últimos relatórios quanto ao atentado terrorista em Londres. Trump se manifestou no Twitter sobre o assunto e usou o caso para defender seu polêmico banimento de viajantes de países muçulmanos nos EUA.

    "Precisamos ser espertos, vigilantes e fortes. Precisamos que as Cortes devolvam nossos direitos. Precisamos do banimento de viagem para um nível superior de segurança", declarou o republicano.

    A mensagem vem um dia depois do gabinete de Trump pedir à Suprema Corte que restabeleça a proibição temporária da entrada de viajantes de seis nações de maioria muçulmana —  Irã, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen — nos EUA. A medida, assinada por meio de uma Ordem Executiva, foi bloqueada por vários tribunais menores.  

     

    Trump aproveitou para oferecer ajuda ao Reino Unido. "Qualquer coisa que os Estados Unidos possa fazer para ajudar em Londres e no Reino Unidos, nós estaremos lá — Nós estamos com vocês. Deus os abençoe.", escreveu o presidente, em seu perfil no Twitter. (Sputnik)