Página inicial

Notícia > Política

  • 05.09.2017 - 06:14

    "PSB já está se preparando para as eleições do próximo ano", diz Azevedo

    Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte

     O secretário de Estado da Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia João Azevedo negou, nesta segunda-feira (04), que esteja em ritmo de pré-campanha eleitoral. Ele explica que há, na verdade, um grande conjunto de obras do Governo do Estado que estão sendo inauguradas, fruto do trabalho ao longo destes seis anos e meio de gestão.

    “Volto a dizer, meu nome está posto. Se este for o entendimento do partido, estaremos firmes e fortes  para uma disputa no processo de 2018. Não existe pré-campanha, o que existe é um conjunto muito grande de obras. Por incrível que pareça, tem muitas delas que a agenda doi governador não as inaugure e fica adiando. Eu tenho hoje um foco administrativo muito grande. Tenho um programa chamado “Mais Trabalho”, que o governador lançou recentemente e que tem um aporte de R$ 600 milhões de recursos próprios”, justificou.

    Ele ainda criticou revelou que, numa escala de 0 a 10, seu desejo de ser governador é a nota máxima. Além disso, alfinetou a gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), que pretende também disputar as eleições de 2018.

    “Eu desejo ser governador. Eu e Ricardo, desde 2005, a gente vem construindo um projeto que mostra que é possível sim fazer uma gestão voltada para a população. A cidade de João Pessoa não sabia o que era recursos próprios. Veio saber o que era isso na gestão de Ricardo Coutinho e agora deixou, esqueceu. Não tem uma obra com recursos próprios na cidade de João Pessoa. Escola, creche, USF… não tem uma que foi feita recentemente com recursos das prefeitura. E olha  que a Prefeitura hoje tem um orçamento de R$ 2,5 bilhões para uma única cidade, enquanto que o Estado tem R$ 10 bilhões”, criticou João.

    João Azevêdo explicou também que o PSB já está se preparando para as eleições do próximo ano. “Com relação a 2018, o meu nome está posto e colocado à disposição do partido para uma eventual disputa, se for assim o entendimento do partido. É isto que foi colocado e o partido está, nesse momento, realizando encontros pelo menos uma vez por mês em várias regiões do Estado, ouvindo as lideranças destes locais, ouvindo a opinião e as sugestões deles para que se possa apresentar em 2018 um projeto que possa ir de encontro exatamente do que as pessoas esperam”, afirmou.

    A oposição acusa João de estar em pré-campanha eleitoral por acompanhar o governador Ricardo Coutinho nas principais inaugurações de obras do Governo do Estado.

    “O fato de estar acompanhando o governador em todos os eventos, principalmente aqueles que estão vinculados à nossa pasta, é natural. Como nossa pasta é muito grande, porque além desses quatro eixos que são tocados, ainda tem os órgãos que estão vinculados à secretaria”, alegou o secretário. (PARAIBA JÁ)